quarta-feira, 24 de maio de 2017

«Autárquicas 2017» - PSD candidata advogado João Xavier à Câmara de Moimenta da Beira

O advogado João Xavier é o candidato do PSD à presidência da Câmara de Moimenta da Beira, assumindo como prioridade o combate à desertificação, caso seja eleito nas autárquicas de 01 de Outubro.

"A prioridade que me parece ser a mais importante de todas é o combate à desertificação, com a qual somos atingidos todos os dias, há vários anos. Portanto, pretendo tentar fixar as pessoas e os nossos jovens, que saem para ter formação e muito dificilmente regressam ao nosso concelho", sustentou.

Em declarações à Lusa, o advogado de 46 anos, que assume há oito anos a liderança da Junta de Freguesia de Cabaços, explicou que esta é a primeira vez que concorre à presidência da Câmara de Moimenta da Beira (distrito de Viseu).

"Decidi candidatar-me porque sou natural e residente no concelho. Esta é a minha terra e penso que tenho as características necessárias para o cargo, contando também com o apoio da família e dos amigos mais próximos para avançar com este projeto", justificou.

Sobre a sua equipa, João Xavier refere que ainda está a ser 'desenhada', tendo sido feitos, nos últimos dias, vários contactos, que estão a ter "resposta positiva".

"Gostaria ainda de deixar uma palavra para todos os moimentense e para o atual executivo, com quem venho trabalhando nos últimos oito anos em virtude de ser presidente de Junta de Cabaços, e por quem tenho estima e boas relações, de que tudo farei para que assim continue no futuro", concluiu.

Na corrida autárquica está também o atual presidente da Câmara de Moimenta da Beira, José Eduardo Ferreira, que se recandidata a um terceiro mandato pelo PS.

Nas autárquicas de 2013, o PS foi o vencedor, conseguindo 61,82% dos votos e cinco mandatos.

A coligação do PSD/CDS-PP, com 28,59% dos votos, conquistou dois mandatos.

Fonte: Dn.pt

«Divulgação» - Caminhadas culturais, paisagísticas e gastronómicas em Moimenta da Beira

É um fim de semana pelas Terras do Demo (10 e 11 de junho). Dois dias com caminhadas, visitas a locais históricos e culturais, provas de espumante, gastronomia tradicional, leitura de poesia de Aquilino Ribeiro, mergulhos na praia fluvial de Vilar (para quem quiser), um sem-número de atividades que se vão desenrolar no riquíssimo espaço monumental e territorial do concelho de Moimenta da Beira. O evento, com inscrições abertas a número limitado de 28 pessoas, é organizado pela “Associação de Solidariedade Social de Arcozelo da Torre” (ARCA), Moimenta da Beira, em parceria com a “Sentir Património”, uma associação de Felgueiras dedicada à organização e promoção de atividades culturais.
Serão as caminhadas, a primeira no sábado, pela Serra de Leomil (27km), e a segunda no domingo, pela albufeira de Vilar (13km), que vão levar os caminheiros aos pontos maiores de interesse: torres eólicas pintadas por Joana de Vasconcelos e Vhils (as duas maiores obras de arte contemporânea do mundo, em altura); via romana; forno comunitário e igreja de Peravelha; capela do Penedo da Fonte Santa; planalto megalítico; zona histórica de Leomil; moinhos da Tia Antoninha; serra de Leomil; Terreiro das Freiras; albufeira e praia fluvial de Vilar; e igreja matriz de Vila da Rua.
O programa, que tem início às 9 horas de sábado, 10 de junho, com a concentração dos participantes marcada, 15 minutos antes, para um parque de estacionamento na vila de Leomil (coordenadas geográficas 40º 59’ 06.52” N / 7º 39’ 15.58” O), tem duas modalidades à escolha: 1) participação nas duas caminhadas, programa completo com refeições e dormida; 2) caminhadas em cada um dos dias, sem dormida. Mais informações pelos contactos telefónicos 935 825 440 ou 968 955 236.

Fonte: CMMB

quinta-feira, 18 de maio de 2017

«Evento» - Quase 300 atletas de 11 grupos de dança e ginástica desportiva brilharam no Sarau Desportivo

Foi uma tarde cheia de magia, cor e graciosidade. Um espetáculo que encantou, uma vez mais, a assistência nas bancadas do pavilhão municipal de Moimenta da Beira. Na oitava edição do Sarau Desportivo, realizada no domingo passado, 14 de maio, participaram 11 grupos de dança e ginástica desportiva. Ao todo, quase 300 atletas. Um êxito!
Dos onze grupos, sete eram do concelho de Moimenta da Beira: AMAI; Santa Casa da Misericórdia; Escola de Dança Arabesque; Cheerleaders do CDR; Zumba, da profª. Sara Fernandes; Zumba, da profª Liliana Cardoso e Dança Criativa.
Exteriores ao concelho foram os restantes quatro grupos: AEFD (Associação de Educação Física e Desporto), de S. Pedro do Sul; Dream Dance (Porto); Agrupamento de Escolas do Cerco (Porto); e o Agrupamento de Escolas de Vouzela e Campia.

Fonte: CMMB

«Desporto» - Jogos CDR


terça-feira, 16 de maio de 2017

«Divulgação» - Conselhos aos pais sobre a febre nos bebés: workshop na biblioteca

Este sábado de manhã, 20 de maio, na secção infantil da Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro, em Moimenta da Beira, Isabel Salgueiro, enfermeira, vai aconselhar os pais sobre o que devem fazer quando há sinais de febre nos filhos bebés. As inscrições para o workshop (que tem início às 10h30) podem ser feitas através do e-mail: biblioteca@cm-moimenta.pt ou do contacto telefónico 254 520 080. Podem ainda ser formalizadas enviando (ou entregando) o cupão preenchido para Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro, Terreiro das Freiras, 3620-352 Moimenta da Beira. No fim da formação há a oferta de um termómetro aos participantes inscritos.
“A febre é um problema comum nos bebés. Mal o termómetro indica mais de 37,5 graus, instala-se a apreensão. A criança pode até estar bem disposta, mas se a febre aparece, pais e restantes adultos já não sossegam. O aumento de temperatura é, decerto, um dos sintomas que mais preocupam pais e restantes cuidadores. Se tem dúvidas, venha tirá-las connosco”, lê-se no desdobrável informativo sobre o workshop de sábado.
Cupão para a inscrição em: http://www.cm-moimenta.pt/frontoffice/pages/1149
Fonte: CMMB

«Notícia» - Espumante ‘Terras do Demo’ premiado duas vezes em concurso mundial

São mais dois prémios conquistados pelo espumante ‘Terras do Demo’, um néctar dos deuses produzido pela Cooperativa Agrícola do Távora, em Moimenta da Beira. As distinções sucedem-se umas atrás das outras. Agora foram duas medalhas de prata obtidas no “Concurso Mundial de Bruxelas” que este ano se realizou em Valladolid, Espanha, de 5 a 7 deste mês de maio.
No certame, cujo júri internacional degustou e avaliou mais de nove mil vinhos provenientes de todo o mundo, os espumantes “Terras do Demo” (Malvasia Fina 2015 e Verdelho 2015, ambos brancos) conquistaram, cada um deles, uma medalha de prata. Outro “Terras do Demo”, mas Touriga Nacional (Olho de Perdiz, rosé 2015) ficou muito perto de alcançar a terceira ‘prata’. Obteve 83,12 pontos, quando precisava de atingir 84,9.
Recorde-se que o mesmo espumante Malvasia Fina 2015, branco também, já há um mês obteve uma outra distinção: o ‘Prémio Excelência’ no concurso “Uva de Ouro 2017”, entre mais de 600 vinhos à prova. Curiosamente, o “Olho de Perdiz”, rosé, mas de 2014, conquistou ‘ouro’ nas edições de 2015 e 2016 do concurso análogo de Bruxelas”. São prémios e prémios de enormíssimo reconhecimento da qualidade do “Terras do Demo”.
O “Concurso Mundial de Bruxelas”, que já vai na 24ª edição, escolhe degustadores de renome e reconhecida competência, provenientes de todas as regiões do mundo. Todos os jurados são profissionais, líderes de opinião e atores da economia mundial de vinho. Em 2015, o júri reuniu um painel de 320 provadores internacionais de 50 nacionalidades, uma diversidade que contribui para a singularidade do evento e para uma maior objetividade dos resultados.
Por outro lado, a organização investe fortemente no controlo (‘à posteriori’) das amostras premiadas. Análises complementares são realizadas regularmente sobre os vinhos que exibem o precioso emblema do ‘Concours Mondial de Bruxelles’. Estes controlos são realizados para garantirem ao consumidor uma satisfação plena através dos vinhos rotulados.
Sobre o premiado espumante “Terras do Demo” Malvasia Fina, pode dizer-se que é de aspeto límpido e com bolha fina e persistente. A vinificação ocorre em sistema de “bica aberta” com decantação e fermentação a baixas temperaturas controladas. A maturação e envelhecimento deste espumante ocorrem segundo uma evolução lenta, com arredondamento dos picos do frutado a partir dos 12 meses. Os aromas complexos acontecem na fase posterior de envelhecimento. É ideal para acompanhamento de mariscos, ostras, peixes, aves e carnes brancas.
O ‘Verdelho’ é produção nova. Uma aposta ganha da cooperativa que o produz. Um prémio que distingue este néctar, quase à nascença.

«Notícia» - Marcações e sinalética nova ao longo do “Caminho de São Torcato”

São quase oito quilómetros de extensão, entre muros e casario de pedra e uma paisagem verde de perder de vista. É o “Caminho de São Torcato”, um dos seis percursos pedestres do concelho de Moimenta da Beira, que acaba de receber sinalética nova, depois de terem sido feitos trabalhos de marcação ao longo do trilho. Tudo de acordo com o Regulamento da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal. A entidade promotora é a Câmara Municipal de Moimenta da Beira, em colaboração com as Juntas de Freguesia de Moimenta e Cabaços e da “Turi rotas”, uma marca ligada à promoção de percursos pedestres.

O “Caminho de São Torcato” (ou PR4), por razões religiosas, culturais e evidentemente turísticas, pretende dar a conhecer um dos antigos caminhos de romagem do concelho de Moimenta da Beira àquela que, nos finais da Idade Média, já era considerada uma das ermidas mais importantes da Diocese de Lamego, onde se faziam muitas e concorridas peregrinações.

Tendo como tema principal a peregrinação ao Santuário de São Torcato, o percurso oferece diversos pontos de interesse, quer no que respeita ao património edificado, quer do ponto de vista paisagístico.

Geograficamente reparte-se pelas localidades de Moimenta da Beira (ponto de partida no Terreiro das Freiras), Fornos e Cabaços (ponto de chegada o Santuário de S. Torcato).
Outras rotas/percursos que vão ser alvo de trabalhos de requalificação: Rota do Paiva (PR1); Rota do Megalítico (PR2); Rota do Távora (PR3); Rota do Penedo da Pena (PR5) e a Rota da Fonte Santa (PR6).

Mais fotos do percurso no site oficial do Município de Moimenta da Beira: http://www.cm-moimenta.pt/frontoffice/pages/1035?news_id=898

«Divulgação» - O primeiro livro de Diana Morais de Carvalho

Diana é o seu primeiro nome, mas é pelo apelido “Morais de Carvalho” que se apresenta como autora. Autora do primeiro livro que escreveu e publicou: “Todos iguais, poucos diferentes”, chancela da ‘Chiado Editora”, que será lançado este sábado, 20 de maio, a partir das 15h30, na Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro, em Moimenta da Beira, concelho de onde é natural.

Diana nasceu na aldeia de Castelo, mas vive e trabalha na ilha de Malta. Adora viajar. É uma paixão. Já esteve à entrada da Área 51, a secreta base militar norte-americana sobre a qual há um rol imenso de teorias de conspiração que envolvem objetos voadores não identificados (OVNI’s); e já esteve também junto à fronteira da Faixa de Gaza, na Palestina.

Sobre “Todos iguais, poucos diferentes”, que tem prefácio de Jorge Cruz, músico, cantor, produtor e compositor que fundou o grupo “Diabo na Cruz”, diz a crítica que é um livro “incomum”, obra reflexiva, um personagem principal que não tem nome, mas é um homem adulto que vive sozinho. “Uma bela história”, testemunho de um leitor.

Transcreve-se aqui a ‘sinopse’ para abrir o ‘apetite’ à leitura: “Agora, neste preciso momento, esqueça o que está ao seu redor. Pare e sente-se comigo neste banco de jardim. Observe todas estas pessoas que correm, que sobrevivem, que morrem. Sinta o seu cheiro a desespero, veja a sua luta diária para pertencer à sociedade. Repare agora nos pormenores: a vizinha que me acolhe nos seus braços e me vem dizer um «olá», uma mulher que foge de mim por ter medo de se tornar num ser louco como eu e um gato que se esfrega nas minhas pernas. Venha, sente-se comigo no meu banco de jardim e no final poderá decidir se quer ser afinal como todos os outros, levantar-se e ir a correr atrás de todos nós, à procura de coisa nenhuma, ou se por outro lado prefere sentar-se neste banco e caminhar os seus próprios pensamentos. Sente-se, vou contar-lhe a minha estória, a minha loucura”.
Fonte: CMMB

sexta-feira, 12 de maio de 2017

«Notícia» - Site da Câmara de Moimenta é o 10º com melhor acessibilidade, navegação e facilidade de utilização

Um estudo feito pelo Observatório da Sociedade da Informação, da Universidade do Minho, com o apoio da Microsoft, apontou o website da Câmara Municipal de Moimenta da Beira como o 10º melhor no critério "acessibilidade, navegabilidade e facilidade de utilização", entre os 308 sites em funcionamento em todas as 308 câmaras do país. Os resultados do estudo do “Índice da Presença na Internet das Câmaras” (IPIC), 2016, produzido com o intuito de retratar o estado da modernização Web das câmaras municipais e do nível da sua relação eletrónica com os munícipes, foram apresentados na última sexta-feira, 5 de maio, em Lisboa.
No ranking global, que teve em conta a avaliação de quatro critérios - 1) Conteúdos: tipo e atualização; 2) Acessibilidade, navegabilidade e facilidade de utilização; 3) Serviços online; e 4) Participação - o site da Câmara Municipal de Moimenta da Beira ficou classificado na posição 79ª. Na mesma tabela, surge em primeiro lugar o da Câmara Municipal de Murça, em segundo o da Câmara de Vila do Bispo e em terceiro o da Câmara Municipal de Bragança.

No distrito de Viseu o website de Moimenta da Beira é o 5º melhor. À frente, só os de Carregal do Sal (1º no distrito e 13º a nível nacional); S. João da Pesqueira (2º distrito e 30º nacional); S. Pedro do Sul (3º distrito e 35º nacional) e Lamego (4º distrito e 37º nacional).

Fonte: CMMB

quarta-feira, 10 de maio de 2017

«Desporto» - Taça Futsal: final masculina joga-se no sábado em Moimenta da Beira

O jogo pela conquista da “Taça Futsal”, final masculina 2017, da Associação de Futebol de Viseu, vai decorrer no pavilhão municipal de Moimenta da Beira, já este sábado, 13 de maio, a partir das 17 horas, entre as formações do Rio de Moinhos (Sátão) e do Inter (Tarouca). A entrada é livre. A organização é Associação de Futebol de Viseu e da Câmara Municipal de Moimenta da Beira.


terça-feira, 9 de maio de 2017

«Vídeo» - SIC foi a Sever, Moimenta da Beira, fazer reportagem em Mês de Maria

Foram 3,29 minutos de reportagem feita em Sever, Moimenta da Beira, junto à imagem da Virgem Maria, um modesto mas natural altar, que todos os dias do mês de maio a população da freguesia de Sever, em Moimenta da Beira, pára a pacata vida rural para se rezar o terço a Nossa Senhora.


video

Fonte: CMMB

«Divulgação» - Sarau Desportivo em Moimenta da Beira

Onze grupos de dança e ginástica desportiva participam, já este domingo à tarde, 14 de maio, em mais um Sarau Desportivo que a Câmara Municipal de Moimenta da Beira organiza pelo oitavo ano consecutivo no pavilhão municipal da vila. O evento, de entrada livre, tem início às 16 horas e, como de costume, é esperado muito público nas bancadas do pavilhão, público que habitualmente aplaude a magia e a cor do espetáculo.

Dos onze grupos convidados para a festa, sete são do concelho de Moimenta da Beira: AMAI; Santa Casa da Misericórdia; Escola de Dança Arabesque; Cheerleaders do CDR; Zumba, da profª. Sara Fernandes; Zumba, da profª Liliana Cardoso e Dança Criativa.

Exteriores ao concelho são os restantes quatro grupos: AEFD (Associação de Educação Física e Desporto), de S. Pedro do Sul; Dream Dance (Porto); Agrupamento de Escolas do Cerco (Porto); e o Agrupamento de Escolas de Vouzela e Campia.

Um sublinhado para a Associação de Educação Física e Desporto de S. Pedro do Sul que obteve a Menção de Ouro com a Classe Mista e a Menção de Prata com a Classe Aeróbica, no Gym For Life Nacional, organizado pela Federação de Ginástica de Portugal, no passado dia 22 de abril. A Classe Mista obteve o apuramento direto para a Gala do PortugalGym 2017.


segunda-feira, 8 de maio de 2017

«Divulgação» - Uma jornada de cidadania, direitos, desafios e oportunidades no interior, com ministro presente

O ministro Adjunto Eduardo Cabrita vai sentar-se à mesa com o reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, Fontaínhas Fernandes, e com o presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira, José Eduardo Ferreira, mais dois dirigentes de duas entidades públicas (CCDR Norte e Turismo de Portugal) para em 50 minutos refletirem todos sobre os desafios e oportunidades que se abrem no interior do país, de forma particular nos territórios de baixa densidade. É uma mesa-debate de ‘luxo’ que preenche quase todo o 3º painel na tarde do último dia (19 de maio) das VII Jornadas de Cidadania que se realizam no Auditório Municipal Padre Bento da Guia, em Moimenta da Beira. O moderador será Vasco Ribeiro, professor e investigador da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, doutor em Ciências da Comunicação.

As VII Jornadas de Cidadania, que a Câmara Municipal de Moimenta da Beira organiza de forma ininterrupta desde 2011, têm início às 15 horas do dia 18 de maio. O programa inclui a apresentação de nove comunicações e a intervenção de 12 oradores nos três painéis, todos com direito a período de debate. A entrada é livre a aberta a toda a comunidade.

O primeiro painel vai abordar os “Direitos e Proteção das Crianças e Jovens”; o segundo, o “Envelhecimento e Qualidade de Vida em Contexto Institucional”; e o terceiro e último, os “Desafios e Oportunidades no Interior”, mote para a mesa-debate (com o ministro) de dois projetos apresentados muito recentemente pelo Governo: 1) Sistema de Incentivos ao empreendedorismo e ao emprego; 2) Linha de apoio à valorização turística do interior.

O projeto do sistema de incentivos visa operacionalizar os apoios ao empreendedorismo e à criação de emprego, tendo em conta o papel relevante das micro e pequenas empresas para a criação de valor e emprego, e para a diversificação e qualificação das bases empresariais, particularmente em territórios de baixa densidade ou com constrangimentos decorrentes de elevados níveis de desemprego.

O que tem a ver com a linha de apoio à valorização turística do interior, tem por objetivo o apoio ao investimento a iniciativas e a projetos com interesse para o turismo, que promovam a coesão económica e social do território, leia-se territórios do interior.

Formulário de Inscrição: https://goo.gl/forms/MzX4wZ9QraohrVVo1
Fonte: CMMB

sexta-feira, 5 de maio de 2017

«Divulgação» - Festas de S. Torcato, em Cabaços, Moimenta da Beira, estão já aí à porta

O programa já é conhecido. São dois fins-de-semana de festejos em honra de S. Torcato, em Cabaços, Moimenta da Beira, festejos grandes, romaria de multidões, afamada e das mais tradicionais da região. Festa que incluiu o ritual de imposição do chapéu do santo na cabeça dos crentes, na capela de S. Torcato. O povo acredita que o gesto é ‘milagroso’, curando males e doenças. É a força da fé!

O primeiro fim-de-semana é já o de 13 e 14 deste mês de maio, e o segundo logo a seguir, 20 e 21. Como sempre, a organização estima, para estes quatro dias, muitos milhares de romeiros a invadir o recinto das festas.

Programa
13 maio (sábado)
22h00 – Grupo “ASBAND”
24h00 – Fogo-de-artifício (Pirotecnia Carlos Andrade, de Britiande)

14 maio (domingo)
07h00 – Alvorada
08h00 – Chegada da Banda Filarmónica (Sernancelhe)
11h00 – Eucaristia com transmissão pela RRT presidida pelo Bispo Emérito da Diocese de Lamego, D. Jacinto Botelho
15h00 – Majestosa Procissão com Andores e Figuras Bíblicas

20 maio (sábado)
22h00 – Banda “Time”

21 maio (domingo)
14h30 – Procissão desde a Fontinha até ao Santuário, seguida de Eucaristia
16h00 – Grupo “Vitor Mendes”

Fonte: CMMB


quarta-feira, 3 de maio de 2017

«Notícia» - Câmara vai criar parque para turismo de natureza, potenciando o rio menos poluído da Europa, o Paiva

A candidatura já foi aprovada e as obras poderão arrancar em breve. A primeira fase do projeto do “Parque Natureza do Alto Paiva” vai contemplar, para já, a criação de um percurso pedonal ao longo do rio Paiva, o curso de água menos poluído da Europa, e outro motorizado através das vias nacionais e municipais que atravessam o território entre as aldeias do Senhor dos Aflitos e Segões. Tudo numa área do concelho que pertence à Rede Natura 2000 (1414 hectares), espaço que apresenta grande biodiversidade, cujo valor biológico é inestimável, constituindo-se mesmo como um elemento identitário. “Trata-se de uma herança natural que devemos gerir e preservar de modo a poder transmiti-la às gerações futuras”, enfatiza José Eduardo Ferreira, presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira.
A primeira fase da candidatura (aprovada pelo “Portugal 2020”) inclui ainda a realização de um estudo sobre a fauna, flora e habitats do território para futura publicação e a criação de um portal digital interativo. O número de visitantes estimados em 2020 aponta para cinco mil por ano.
Depois, para a segunda fase, cujo projeto está já em execução, serão criados no parque uma rede de vários passadiços, um centro de interpretação ambiental, duas estações de biodiversidade, um edifício para receção do turista, com loja de conveniência e lembranças, entre outras infraestruturas de apoio e promoção turística. Tudo em ligação com o planalto da Nave, circunscrito aos limites administrativos do município de Moimenta da Beira, planalto que encerra um importantíssimo conjunto de 24 monumentos megalíticos; e ainda em ligação com a nascente do rio Paiva, na aldeia de Carapito, freguesia de Peravelha.
O centro interpretativo será um local de desenvolvimento de projetos educativos ligados à fauna e flora, e ainda o estudo e divulgação dos costumes das aldeias tradicionais integrantes: Senhor dos Aflitos, Granja do Paiva, Ariz, Soutosa, S. Martinho, Peva e Segões.
A aposta na designação “Alto Paiva” foi a eleita tendo em conta dois objetivos: atrair turistas ao rio menos poluído da Europa, aproveitando a afamada distinção ambiental como uma mais-valia; e desvendar a sua planáltica nascente granítica.

«Desporto» - Jogos CDR





«Notícia» - Serviço de Urgência Básica de Moimenta da Beira acusado de negligência médica

Um utente de Moimenta da Beira queixa-se da falta de assistência na urgência do Serviço de Urgência Básica do concelho. A mulher entrou no serviço com um derrame cerebral e esperou três horas até ser transferida para o hospital de Viseu, mas acabou por falecer dias depois. O marido vai agora recorrer aos tribunais para apurar responsabilidades.

video

Fonte: Sapo.pt

«Autárquicas 2017» - PS recandidata José Eduardo Ferreira à Câmara de Moimenta da Beira

O presidente da Câmara de Moimenta da Beira, José Eduardo Ferreira, vai recandidatar-se a um terceiro mandato pelo PS, nas eleições autárquicas de 01 de Outubro, para continuar a apostar no desenvolvimento económico do concelho.

"Pretendemos manter a grande aposta no nosso desenvolvimento económico. Esse é o nosso grande objetivo dos próximos quatro anos", sustentou.

Em declarações à agência Lusa, o socialista sublinhou que a sua recandidatura a um terceiro mandato é "um processo natural", que resulta da forma como se relaciona, assim como a sua equipa, com as pessoas e as organizações do concelho de Moimenta da Beira.

"Ao longo destes anos fizemos um trabalho que justifica esta candidatura, que visa continuar a estar ao lado das pessoas e atingir objetivos que são comuns. As pessoas merecem que tenhamos mais esta disponibilidade para, ao longo de quatro anos, caminharmos lado a lado com todas as pessoas", justificou.

De acordo com José Eduardo Ferreira, caso seja reeleito, pretende "reforçar o tecido empresarial do concelho" de Moimenta da Beira, para com isso atingir o objetivo de "conseguir fixar mais gente e atrair pessoas".

"Pretendemos manter-nos ao lado de toda a gente, especialmente ao lado daqueles que têm maiores dificuldades, pois nem todos os problemas sociais estão ainda resolvidos", acrescentou.

Quanto à equipa para os próximos quatro anos, o autarca explicou que ainda está a ser 'desenhada', mas pela forma como se têm relacionado e pela comunhão de objetivos "não se justificam grandes mexidas".

Nas autárquicas de 2013, o PS foi o vencedor, conseguindo 61,82% dos votos e cinco mandatos.

A coligação do PSD-CDS/PP, com 28,59% dos votos, conquistou dois mandatos.
Fonte: DN.pt

terça-feira, 2 de maio de 2017

«Notícia» - Doentes renais de Moimenta da Beira, Penedono e Sernancelhe podem ser tratados no Hospital de Viseu

O presidente da Câmara Municipal de Moimenta da Beira reivindicou e o ministro da Saúde aceitou. Tudo depois do autarca ter dado conhecimento (por carta) ao governante de que as populações do seu concelho e dos concelhos vizinhos de Penedono e Sernancelhe ficariam impedidas de recorrer aos serviços públicos do Centro Hospitalar Tondela-Viseu nos casos de doenças da especialidade de Nefrologia (sistema urinário, em especial o rim). Apenas o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, mais longe e com más acessibilidades, pode receber estes doentes.   

“À semelhança do que vem acontecendo com outras especialidades, como a Cirurgia Geral e Pneumologia, em que as populações destes três concelhos podem ser tratadas no Hospital de Viseu, não se percebe que o mesmo não suceda no caso da Nefrologia, em que o a unidade de saúde de referenciação é o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, para onde a rede de transportes públicos regulares é inexistente, facto que complica a vida (e a saúde) das populações”, sublinhou José Eduardo Ferreira na carta que escreveu ao ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

Ora, o protesto do autarca acabou por sensibilizar o governante, que em ofício informa que acolheu positivamente a proposta. Escreve o ministro que “no âmbito da Rede de Especialidade Hospitalar e de Referenciação de Nefrologia, cumpre-nos informar que a proposta apresentada, de que as populações dos concelhos de Moimenta da Beira, Penedono e Sernancelhe possam, por razões de acessibilidade, referenciar também na especialidade de Nefrologia, para o Centro Hospitalar Tondela-Viseu e para o Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, foi acolhida e consta na arquitetura da nova rede”. 

Nefrologia é uma especialidade do âmbito da Medicina Interna que se dedica ao diagnóstico e ao tratamento das doenças do rim. Dentro das atividades do médico Nefrologista, salienta-se: a prevenção das doenças renais e das suas complicações; o diagnóstico e tratamento das doenças sistémicas que atingem o rim, diabetes, hipertensão arterial, vasculite; diagnóstico e tratamento das doenças renais primárias; diagnóstico e tratamento de infeções urinárias; diagnóstico e tratamento das complicações da doença renal crónica; hemodiálise; diálise peritoneal; transplante renal, etc.
Fonte: CMMB

«Notícia» - Depois de Lisboa e do Porto, é na Guarda que Moimenta da Beira espalha charme

Em março, no dia 18, Moimenta da Beira esteve na Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL). Menos de um mês depois, de 7 a 9 de abril, marcou presença na “Porto Welcome Center”, a maior loja de turismo do mundo, para promover os seus principais produtos endógenos. 

Agora, desde sexta, 28 de abril, até esta segunda-feira, 1 de maio, promoveu-se na cidade da Guarda, na Feira Ibérica de Turismo (FIT).
O certame, inaugurado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, tem Cabo Verde como país convidado. A representar o arquipélago, veio o seu ministro da Economia, José da Silva Gonçalves. Ora, tanto Marcelo Rebelo de Sousa como o governante cabo verdiano, se detiveram no expositor de Moimenta da Beira e apreciaram a maçã de Moimenta, os espumantes e vinhos Terras do Demo, as natas “Demo de Maçã” e os cocktails ‘Ar d’Rio’. Os visitantes, esses também aplaudiram os produtos, degustando-os até mais não, sempre com as desconcertantes “Marias Malucas, Romeiras de Portugal” por perto.
Para a posteridade, fica a ‘selfie’ que o Presidente da República fez questão de tirar com as colaboradoras do expositor de Moimenta da Beira: Ana, Cristina e Márcia.


No dia inaugural esteve também o presidente da autarquia, José Eduardo Ferreira, e o presidente da Cooperativa Agrícola do Távora, João Silva.
Fonte:RuaDireita